Quem sou eu

Minha foto
"A um certo tempo, não deixarei que minhas lágrimas, falem-me tanto de você!"(Rosane Oliveira)

domingo, 4 de outubro de 2009

Anjo e poeta

Anjo e poeta
Veio ele...
Lá do “oco da taboca”
É lá que se esconde
E acha que lá ele mora...
Trouxe consigo,
O filho,
A mochila,
E o boné...
Eu tinha certeza que
Eram azuis os olhos dele!
E feito o mar
O azul se inundou!
Na mochila,
Um punhado de rabiscos,
Escondidos,
Guardados...
Assim...feito a dor que sentia
Mas não dizia!
Sentimentos rabiscados,
De um poeta apaixonado!
Feliz estava...
Isso eu pude ver...
Senti o abraço que me deu,
E o beijo que guardou...
Mas trouxe...
E era meu!
Do azul para o verde...
A invasão...
Em um segundo ele me leu...
E nenhum mistério a mim restou,
Nem a ele,
Que ao verde se curvou!
Rosane Oliveira
(poema em homenagem ao amigo e poeta Paulo Silvoski...
agora um amigo "real"...amei conhecê-lo!!)

Um comentário:

  1. Interessante Rosasne, que olhando os olhos de Paulinho, sei que se ele olhar ele enxerga a Alma...
    Muito linda a homenagem.

    Abraços.

    ResponderExcluir